30 julho 2013

Não tem mais jeito, fiquei doente.

Esses dias estava assistindo a novela das 9 sem muito interesse, odeio novelinhas, mas de repente fiquei tão interessada no bonitão que todo mundo comenta, ele estava sem roupa tentando seduzir a ex e ao invés de ser normal e olhar seu porte físico que era sim "aqueeeeeela coisa", parei pra prestar atenção no corte de cabelo que por pura coincidência era o mesmo que o seu e na barba que lembrava você. Depois trocou de cena e apareceu outro delírio, dessa vez com a sobrancelha grossa como a sua e um sorriso parecido, fiquei me sentindo uma boba e mais ainda ao me lembrar que esses dias ri baixinho do açougueiro que falava as mesmas gírias que ti e também do cara do mercado que tinha seus olhos e me dei conta de que realmente eu ando ficando louca, pois tenho certeza de que nada disso é bom. Não é nada bom. Já sinto os sintomas, pois sempre que vejo algo diferente me pergunto o que você acharia e quando tenho novidades quero logo te contar, tá vendo? Sinais claros de falta de lucidez. Estou vivendo uma overdose de você e tenho certeza que é perigoso, só pode ser. Ah, quando foi que fiquei vulnerável assim? Os planos não eram esses, cara. Na verdade o script era outro e continha poucas, mas rígidas regras contra isso. Eu me protegi com um tipo de colete, montei meu castelo, coloquei soldadinhos invisíveis ao meu redor e armei todo um campo para delimitar o território que você não deveria ultrapassar, mas eu fui tola e nem lembrei de me impor e te avisar. No fim fiquei doente só de olhar. Acordar e pensar em você, escovar os dentes pensando em você, comer pensando em você, dormir pensando em você e ver seu rosto em caras da TV são provas claras de que preciso me tratar e dar um jeito nesses efeitos colaterais, pois quem me olha assim pensativa e perdida em outro mundo e sorrindo para o além, pensa que estou embriagada, não acho legal, sabe? Sou bem crescidinha e costumo ser controlada, não quero me perder nessas coisas banais a essa altura da vida e mais uma vez, né? Alguém devia ter me avisado, posto uma placa bem grande escrito "perigo" ou me dado uma bula, dessa forma eu sendo essa pessoa certinha que tanto me orgulho, teria lido cada linha pra saber os riscos que estaria correndo e não teria marcado essa consulta no terapeuta pra explicar meu surto de amor e pedir meus sentidos de volta. Contudo, só de entrar na sala percebi que o doutor tinha algo bem você que eu nem ao menos decifrei. Acha que eu fiquei ali procurando o que era igual? Ah ta. Nem pensei duas vezes, fechei a porta e fugi com toda a minha loucura. Deve ter alguma vacina, um remédio especial, vitamina, comprimido de 12 em 12 horas, ou como diria a Rita Lee, um chá de erva- cidreira. Mas... Mas e se não tiver? O que eu faço? Ah, que falta me faz um manual de instruções. 

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. *-* Que lindo, nada como um pouco de loucura amorosa, as vezes é bem ruim. Tenho esses surtos de vez em quando, mas a frequência esta aumentando. Não gosto disso, me sinto frangiu e desprotegida, como se fosse um peixinho com um machucado em mar aberto perto de tubarões.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me sinto assim também, é como se eu fosse "controlada" por esse negócio de amor, mas ainda bem que é só as vezes, pois sou bem forte... Mentira :( KKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  2. ualll .. vc prente atenção mesmo ... acho que tudo na vida tem um equilibrio .. se vc não se sente confiante de ir a um terapeuta, fale com nós suas leitoras que te ajudaremos com certeza ;) bjus ... FB ... http://blogeutebusco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo apoio, legal saber que posso contar com vocês aqui do blog... Mas é que na verdade eu não tô precisando de terapeuta auahauhauaha Sabe que até fui em uma psicóloga uma vez, mas deixei ela meio louca kkkkkkk <3

    ResponderExcluir
  4. Belo texto.
    Beijos
    FB
    http://lilinail.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Fran, você escreve tão bem menina! Me vejo em cada palavra do seu texto, e sim você precisa de um terapeuta!!! Acho que todas nós que sofremos desse tal de amor precisamos, não é mesmo ? Ultimamente acho que eu ando precisando de uma terapia também, porque olha..tô enlouquecendo!!! hueueuehuehue
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, esses comentários me deixam tão bem, gente <3 hauahuahua É uma sensação incrível escrever algo e ter esse retorno, essa identificação, nem sei explicar ahuahu :3 Estamos todas loucas então, devemos pensar a respeito e achar uma solução kkk

      Excluir
  6. Adorei o que vc escreveu, quem nunca se sentiu assim?, mas vc escreve bem!! Parabéns adorei!!!
    Bjos
    FB
    http://www.belezanomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca, né? Acho que é super normal, mesmo sendo perigoso AHUAHUAHUA <3 Obrigada, fico feliz com isso :3

      Excluir
  7. Nossa seus textos são lindos, é bem inspirador(kk) Parabéns.. eu amei este *w*
    FB\ http://net-diariodeumaadolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que texto lindo! Fácil de se identificar, sempre nos pegamos lembrando de alguém com esses detalhes pequenos do dia-a-dia. Muito bom de ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Detalhes pequenininhos que nos deixam ainda mais doentes de amor, né? rs Fico feliz que tenha se identificado e gostado <3 Ah, me encantei pelo teu blog :3

      Excluir
  9. Posso confessar? adoro me sentir assim. Confusamente apaixonada... Eu estou namorando e sinto isso até hoje. Sabe, pra cada canto que eu olho, vejo e penso nele. Não posso ver um pai e uma filha na rua e imagino como a nossa filha vai ser grudada com ele. Se acontece algo comigo eu logo imagino qual vai ser a reação dele quando eu contar. As vezes, quando a gente se sente assim, é melhor se deixar levar. Mas só as vezes!
    Se isso for verdade, algo pessoal, boa sorte *---*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto de me sentir assim, apesar que as vezes acho muito perigoso e que preciso de algum controle da situação, afinal, é bom ter o controle, né? ahauahua Eu sentia isso no começo do namoro e aí pensava "ah, vai passar", mas não é que não passou? hahah E eu gosto disso, é como se todos os dias eu me apaixonasse de novo e de novo, é lindo <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Alterações: Franciele Honorata | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©